Loading
fechar

Acesse o conteúdo da Revista

Se você não tem cadastro, Cadastre-se agora

Acesse o conteúdo completo Assine a Revista

Impressa ou digital, em até 12x no cartão

Carrinho

Seu carrinho contém

Item Valor

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00

Revista Negócios PE

Edição nº 142

R$ 130,00
Subtotal R$ 149,90

Matérias

Encontre a matéria abaixo ou pesquise aqui

ou por Revistas Guias Seções Cadernos Especiais

Matérias » Negócios PE - 50ª Edição

RENATO CUNHA EMBAIXADOR DE PERNAMBUCO NO AÇÚCAR E ETANOL

Renato Cunha coordena, de forma integrada com os associados ao Sindaçúcar (12 usinas), as ações
da indústria da cana-de-açúcar em Pernambuco.
Foto: Carius Pontes

Renato Cunha coordena, de forma integrada com os associados ao Sindaçúcar (12 usinas), as ações da indústria da cana-de-açúcar em Pernambuco.


O setor colhe atualmente, por safra, 12,5 milhões de toneladas, empregando 70 mil colaboradores diretos, grande parte no interior do Estado. O negócio da cana impacta a economia de 58 municípios de Pernambuco e envolve um agricluster robusto, que coloca o etanol e o açúcar pernambucano em outros estados como Ceará e Maranhão.


Renato Pontes Cunha, além de presidente executivo do Sindaçúcar, é um dos vice-presidentes da Fiepe e também vice-presidente do Fórum Nacional Sucroenergético, que envolve todos os estados produtores de etanol e açúcar no Brasil.


Investindo atualmente em segurança hídrica e tecnologia para irrigação, o setor busca o aumento de sua produtividade agrícola para alcançar novamente, nos próximos anos, 15 milhões de toneladas de colheita por safra. O Sindaçúcar tem uma parceria consolidada com a Estação de Melhoramento Genético da Usina de Carpina, pertencente à Universidade Rural de Pernambuco.


O desafio atual enfrentado pelo Sindaçúcar é estruturar os mecanismos de parceria com o Governo Federal para ampliar os investimentos em tecnologia, na longevidade das canas e melhor produtividade. No âmbito internacional, o Sindicato apoia a prospecção de mercados e monitora as cotas contínuas de exportação dentro do programa que contempla os países que se relacionam com os EUA; tem a mesma conduta em relação às oportunidades para o bloco Mercosul na Comunidade Europeia e agora, depois do Brexit, com a Grã-Bretanha.


O setor da cana em Pernambuco está focado no estímulo ao RenovaBio, programa que incentiva a produção de um etanol mais limpo e sustentável. 

Negócios PE - 50ª Edição
Revista Negócios PE

Negócios PE - 50ª Edição

Matérias desta edição

Negócios PE - 50ª Edição
Negócios PE

Negócios PE - 50ª Edição

Apenas R$ 29,90
Publicidade | Publicidade 03 - Banner Matrias
PUBLICIDADE